Internautas da terceira idade têm boa situação financeira, interesse por tecnologia e priorizam qualidade de vida

Casa própria, viagens ao exterior e uma renda muito superior à média da população online. Estas características traçam o perfil dos internautas brasileiros pertencentes à terceira idade, segundo estudo realizado pelo Instituto QualiBest (www.institutoqualibest.com.br) – pioneiro no segmento de pesquisas de mercado on-line. Entre 17.730 internautas de todo o País, o instituto comparou duas amostras de homens e mulheres: 17.417 entrevistados de 16 a 59 anos de idade e 313 pessoas com 60 anos ou mais.

Segundo a pesquisa, enquanto a renda média do internauta em geral é de R$ 1.928, a dos “conectados” da terceira idade é de R$ 2.998. Com relação ao nível social, os internautas mais maduros têm maior presença na classe A (23%), contra apenas 18% dos entrevistados em geral.

Em relação à posse de casa própria, a relação de internautas da terceira idade para os demais pesquisados é de 78% para 70%. O público mais velho diz possuir produtos de valor e bens tecnológicos, como filmadora, computador, conversor digital, TV LCD, plasma ou tela plana e ainda declaram ter interesse em adquirir novos equipamentos como notebooks e smartphones.

Outro fator que chama atenção está relacionado à qualidade de vida deste público, pois 35% dos respondentes com mais de 60 anos viajaram três ou mais vezes ao exterior, nos últimos 2 anos – entre o restante dos pesquisados, este percentual é de apenas 22%.

Com mais tempo e maior renda, apenas 37% dos entrevistados da terceira idade ainda exercem atividade remunerada (contra 73% dos internautas mais jovens) e, dentre estes, 42% trabalham apenas meio período – percentual que cai para 28% entre os pesquisados com menos de 60 anos.

Estes fatores podem estar atrelados a uma possível maior prudência financeira desde público, somada à facilidade de crédito que possuem no mercado. Apesar de terem uma renda maior, os internautas da terceira idade geralmente têm menos cartões de crédito ou débito e nem pretendem adquiri-los, mas mostram-se bons controladores de investimentos, empréstimos e não deixam de pagar os seguros de automóvel e residência.

Quando o assunto é o uso da Internet pela terceira idade, os homens são mais ativos que as mulheres e representam 52% da amostra, enquanto os internautas mais jovens se dividem em 55% de mulheres e 45% de homens.

Com o maior painel online do Brasil e metodologias capazes de avaliar os mais diversos dados quantitativos e qualitativos, o QualiBest conta com mais de 250 mil consumidores cadastrados. Além do Painel Terceira Idade, o instituto ainda oferece a possibilidade de realizar pesquisas em diversos segmentos, como Mercado Fashion, Homossexuais, Gamers e Donos de Pets.

Dados da Pesquisa
Coleta: questionário enviado via e-mail para preenchimento.
Amostra de terceira idade: 313 respostas de todo o Brasil, incluindo homens e mulheres cadastrados no Painel QualiBest, com idade acima de 60 anos, das classes A, B e C.
Amostra de internautas em geral: 17.417 respostas de todo o Brasil, incluindo homens e mulheres cadastrados no Painel QualiBest, com 16 ou mais anos de idade, das classes A, B, C e D.